Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mais forte que o tempo

Prosas e poesias para o Amor da minha vida que não vejo há 30 anos.

Mais forte que o tempo

Prosas e poesias para o Amor da minha vida que não vejo há 30 anos.

Ela

Madelaine Scud | 15.01.21
Quem andará de mão dada Aos Domingos contigo Em caminhadas na praia Ou passeios sem destino? Quem é que adormece com a cara Encostada ao teu peito E acorda abraçada Do mesmo jeito? Quem é (...)

Confinamento

Madelaine Scud | 14.01.21
Vem confinar-te comigo No meu estado de emergência emocional Sem igual e (ir)racional e carnal Quero descobrir todos os teus cantos e segredos, Os teus encantos e os teus medos E criaremos (...)

Sonhos V

Madelaine Scud | 12.01.21
Sinto um vazio tão grande Que mal consigo escrever É vazio mas arde Parece que é já tarde Mas tenho esperança de não ser Entre gente e sorrisos Sinto tristeza e solidão  E és tu e (...)

Se Fosse Hoje

Madelaine Scud | 12.01.21
Sem saberes, me persegues. É contigo que acordo e adormeço É contigo que sonho e não esqueço Sonhos em que, sem saberes, me queres É com o sentir-te comigo que sinto Uma correria cá (...)

Medo

Madelaine Scud | 08.01.21
Me perdi Não sei se siga a cabeça ou o coração O instinto diz-me que o que sinto É maior do que a razão E é distinto Seja maior, ou não Sem saber como é estar contigo Sem ti, sinto solidão (...)

Sem titulo III

Madelaine Scud | 04.01.21
A chuva não lava as lágrimas que me caem por dentro Nem a alvorada me ilumina o coração A memória não parte com o vento Um novo dia não apaga o sentimento Que teima em existir sem razão (...)

Raiva

Madelaine Scud | 02.01.21
Não, hoje não tenho nenhum poema para dar. Pela primeira vez, sinto-te raiva. Raiva pela indiferença tal que nem merece a maçada de me mandares à merda. Raiva por não entender porque (...)

Banda Sonora do meu 2020

Madelaine Scud | 30.12.20
Não será certamente novidade que a música faz parte de mim. Sem música não existo. Há sempre música a tocar na minha cabeça e a banda sonora da minha vida é demasiado extensa para (...)

Lerpa do Amor

Madelaine Scud | 30.12.20
Fui a jogo sem ver E nem sabia jogar Sabia que podia não ganhar Mas nunca eu quis perder Com um só trunfo na mão A primeira vaza foi minha Mas nada mais eu tinha Do que o ás do coração Per (...)

Quero ver-te

Madelaine Scud | 29.12.20
Afinal, talvez te venha a procurar Para conseguir seguir em frente E se me vires a chegar Olha-me bem de frente Preciso que seja o teu olhar Um outro olhar, o indiferente A voltar a tornar Meu (...)

Sem titulo II

Madelaine Scud | 28.12.20
A tempestade lá fora é calma comparada ao meu pensamento Que é dor mas que não chega a sofrimento Porque o que eu sinto é doce e quente e intenso E podes nem existir mais como te lembro Pod (...)

Sonhos IV

Madelaine Scud | 22.12.20
Hoje tive um sonho diferente Uma felicidade sem igual Mais forte que habitualmente Tão intenso que parecia real Penteava meu longo cabelo Quando te senti chegar E em frente ao enorme espelho V (...)

Sou meio Ser

Madelaine Scud | 20.12.20
Respiro amor, bebo amor, Transbordo amor, eu sou amor. Sinto pouco mais que amor. E, no entanto, Amor Falta-me tanto amor Porque não tenho o teu amor Também sou música e sou alegria E (...)

Sem titulo

Madelaine Scud | 19.12.20
Eu só queria amor Como o amor que sentia Mas o meu amor não queria E pensei que morria Tamanha era a dor Sim, o meu amor é louco Como eu, é diferente E, se para alguma gente O que não (...)

Se eu fosse vento

Madelaine Scud | 18.12.20
Se eu fosse vento Passaria os dias à tua volta, em rodopio Sussurrando pedaços do meu amor no teu ouvido Se eu fosse chuva Deixar-me-ia cair sorrindo sobre o teu rosto E, se pudesse, (...)

Deixa...

Madelaine Scud | 15.12.20
Deixa-me ver-te Não te falo, não te digo Só quero sentir-me contigo Se quiseres, sem dizer-te Deixa-te ficar por aí Ilumina-me os dias De doces fantasias Só com a ideia de ti Deixa que te (...)

Meu coração

Madelaine Scud | 13.12.20
Meu coração tem fome Meu coração tem sede Mas de uma mesa farta, mal come E de uma fonte que jorra, mal bebe Quer antes a mesa que nada tem sobre ela E a fonte de onde nada escorre Quer (...)

Virus

Madelaine Scud | 12.12.20
És tu o vírus que me invadiu e infectou cada célula do meu mundo. És tu a minha pandemia. E não há qualquer vacina, nem sequer em estudo. Nem se perspectiva qualquer cura. Causas-me (...)

2020 - II

Madelaine Scud | 12.12.20
Apesar do livre arbítrio que nos rege, acredito que nada acontece por mero acaso. Tanto os obstáculos como as oportunidades são-nos colocadas no caminho e é nossa a escolha de se, ou como, (...)

Um dia como outro qualquer

Madelaine Scud | 10.12.20
Hoje queria poder ter o teu ombro e pousar a minha face Queria poder ficar só a ouvir o teu respirar Queria não ter de usar um disfarce Queria que não fosse errado amar E existir contigo (...)